Transpessoal, Formação do Terapeuta Transpessoal, Especialização em Psicologia Transpessoal, Práticas Complementares em Saúde, Extensão em Psicologia da Mulher, Extensivo de Fitoterapia

Liderança Feminina

Depoimento da criadora do método dos 7 passos para uma verdadeira Liderança Feminina

Há mais de 30 anos que realizo trabalhos com mulheres. A gente não sabe por que é chamada para fazer certas coisas, mas tudo começou em 1980, quando um grupo de amigas profundamente revoltadas com o silêncio da sociedade em relação ao que acontecia com as mulheres, decidiu criar um espaço de acolhimento, um local onde as mulheres pudessem falar o que sofriam sem medo de se expor, e recebessem ajuda, apoio, atenção.

E foi assim que criamos em Campinas o primeiro SOS-Mulher do Brasil. Como um grito de socorro, outros começaram a surgir pelo país, a mídia começou a nos dar atenção, as autoridades sentiram a responsabilidade por suas atitudes, e as coisas começaram a mudar. Esse foi o primeiro passo para a criação das delegacias da mulher, das casas de Abrigo, dos Conselhos Estaduais e das leis que foram se aprimorando para fazer justiça aos crimes hediondos que aconteciam pelo país afora. Compreendemos que era preciso união entre as mulheres para fazer acontecer qualquer tipo de mudança.

A realidade que vivenciamos durante anos no SOS me fez compreender que muito do sofrimento da mulher diante de situações de violência vinha do esquecimento do valor, da importância, da dignidade de sua missão no mundo. Sim, a mulher possui uma missão que é particular ao seu sexo, e esta missão está gravada, inscrita em seu corpo. Uma missão que é sagrada. Mas, ao esquecer essa missão, ela se deixa levar por interesses alheios, se deixa conduzir, se deixa usar e manipular como se não tivesse vontade própria. Na verdade, o esquecimento de si mesma é que faz com que a mulher fique tão vulnerável no mundo, sujeita a abusos e violências de todo tipo.

Atualmente fala-se muito sem Liderança Feminina, mas em geral esse tema remete apenas ao espelhamento de um modelo que tem a ver com o masculino e como os homens exercem a Liderança. Não tocam naquilo que as mulheres tem de diferença e que se manifesta na forma como o feminino exerce a sua liderança.

Fala-se muito em empoderamento, mas, no fundo, temos medo do poder. Desde muito cedo aprendemos que é muito difícil conciliar poder e amor. E para muitas, é quase impossível ter ambos. Ou somos bem sucedidas na vida familiar, ou na profissão. Se escolhemos o sucesso profissional, nos sentimos egoístas, negligentes, até ‘desnaturadas’. A expectativa cultural determina que devemos apoiar o poder dos outros (chefes, maridos, filhos), em segundo lugar, se der, o nosso próprio.

Ninguém reconhece isso, mas toda mulher é potencialmente uma líder. Foi pelas mãos de uma mulher que todos nós fomos socializados, aprendemos a falar, andar, amar e a conviver socialmente com o outro. Esta liderança é natural, não é conseqüência de uma eleição, cargos de chefia ou hierarquias. Ela demonstra que existem outros modos de exercer o poder, baseados na inclusão social e sistêmica. O que é o sistema familiar, senão uma forma natural e primitiva de inclusão social? Essa forma de liderança natural faz parte da natureza da mulher, é espontâneo, e pode se manifestar para além da maternidade, em outras esferas da vida social e profissional. Configura uma outra maneira de se relacionar no mundo.

Essas reflexões me levaram a criar uma nova metodologia para trabalhar com o resgate do feminino em nossa cultura, e foi assim que criei o modelo que chamo de o 'método dos sete passos', como uma forma de contribuir para o empoderamento da mulher no mundo atual, para o exercício de uma Liderança verdadeiramente feminina. Baseia-se em:

- Desenvolver competências ‘femininas’ para se diferenciar na gestão de seus negócios, em seus relacionamentos e na vida.
- Proporcionar o verdadeiro empowerment na consciência das mulheres e em sua capacidade de liderança criativa e empreendedorismo.
- Resgatar a memória ancestral feminina de força e poder que está em seu inconsciente arquetípico.
- Desenvolver os centros de energia do corpo (chakras) relacionados com os ensinamentos das deusas da mitologia.

No curso de Liderança Feminina através do método dos 7 passos eu proponho a introdução de um novo modelo de Liderança Feminina fundamentado em dados históricos da Antropologia, nos ensinamentos dos Mitos Ancestrais e no método da Psicologia Transpessoal. Essas serão as ferramentas que irão proporcionar o conhecimento das forças que mobilizam as mudanças civilizatórias na História. E assim, ancorar os ensinamentos ancestrais dos mitos numa prática, que irão reverberar num plano de ação específico intitulado a Metodologia dos 7 Passos.

A partir desse programa pretendemos atingir os seguintes objetivos:

- Ressignificação de crenças e padrões negativos, e o resgate de projetos que incluem valores, visão de mundo e o diferencial da natureza feminina de gerir os seus negócios.
- Expansão da consciência feminina através do autoconhecimento e do conhecimento de seu poder civilizatório.
- Aumento do amor próprio e da auto-estima da mulher, com o conseqüente empoderamento pessoal e desenvolvimento de sua capacidade profissional.
- Finalização do curso com a criação de um Plano de Ação Pessoal, onde você irá demonstrar que conseguiu realmente ancorar seu novo perfil de Líder Feminina.

As inscrições já foram abertas no site, veja na página de Cursos à Distância. Espero por você!

Gratidão!

foto-z8.jpg

As oportunidades se abrem quando as mulheres dão visibilidade às suas características femininas naturais e deixam a sua marca no mundo! Seja uma verdadeira Líder Feminina Transpessoal!

Deixe aqui os seus dados que em breve entraremos em contato com você,


Compartilhe com suas amigas nas redes sociais!

Aproveite, compartilhe nossa página no Facebook!


Opinião

O que você achou?

Deixe sua opinião, é importante para melhorarmos ainda mais.


Guardiãs do Sagrado Feminino

0

Classificação 0 / 0 votos

Deixe seu voto para nós